© News Farma 2019
Todos os direitos reservados

O acesso à área reservada do Cardio Talks, bem como a receção das suas newsletters é restrita a profissionais de saúde.

ESC2018

quarta-feira, 29 agosto 2018 17:12
Programas específicos de reabilitação cardíaca aumentam a qualidade de vida do doente
Programas específicos de reabilitação cardíaca aumentam a qualidade de vida do doente

A Prof.ª Doutora Ana Abreu, cardiologista do Hospital Santa Marta (CHLC), juntamente com o Dr. Eric Epailly da Universidade de Estrasburgo (França) moderou a sessão Expert Advice dedicada à reabilitação cardíaca após intervenções específicas. Em entrevista ao Cardiotalks, a especialista destaca as principais mensagens da sessão, mencionando os próximos passos para uma melhor reabilitação cardíaca. Assista ao vídeo.

Atualmente são já conhecidos os critérios e abordagem a seguir para a realização de reabilitação cardíaca. Contudo, nos doentes com insuficiência cardíaca sujeitos a implantação de diversos dispositivos, há necessidade de ter programas específicos que lhes possam ser aplicados.

A moderadora refere que o programa de reabilitação existente é genérico, sendo constituído por vários componentes, entre os quais se inclui o exercício físico, a modificação do estilo de vida, o controlo de fatores de risco e adesão à terapêutica, que têm de ser ajustados às especificidades do doente.

Com esta adaptação do programa de reabilitação cardíaca pretende-se que o doente tenha um acréscimo significativo da qualidade de vida após a implantação de uma válvula, e autonomia na execução de atividades tão simples como “levantar um braço e tirar um copo para beber água”.

Sobre os próximos passos nesta área, a Prof.ª Doutora Ana Abreu refere o desenvolvimento de vários estudos que focam a otimização dos meios disponíveis e de novas estratégias que permitam melhorar a monitorização dos doentes.

Seta Anterior
Artigo Anterior
Seta Anterior
Próximo Artigo