© News Farma 2019
Todos os direitos reservados

O acesso à área reservada do Cardio Talks, bem como a receção das suas newsletters é restrita a profissionais de saúde.

ESC 2019

segunda-feira, 02 setembro 2019 16:11
Formas de melhorar a taxa de resposta da ressincronização cardíaca apresentadas no ESC 2019
Formas de melhorar a taxa de resposta da ressincronização cardíaca apresentadas no ESC 2019

Com o objetivo de melhor a taxa de resposta da ressincronização cardíaca, o Dr. Afonso Nunes Ferreira apresentou o seu trabalho no ESC 2019 numa sessão intitulada “Optimizing device therapy for arrhythmia”. O especialista, em entrevista ao Cardio Talks, salientou não só os principais objetivos da investigação realizada, bem como os resultados da mesma. Assista ao vídeo da entrevista.

“O nosso objetivo com este trabalho era melhorar a taxa de resposta da ressincronização cardíaca, que é uma terapia que já está bem estabelecida na redução da mortalidade e nas hospitalizações em doentes com insuficiência cardíaca com fração de ejeção reduzida”, começa por esclarecer o Dr. Afonso Nunes Ferreira. “No entanto, hoje em dia, ainda temos cerca de 10% dos procedimentos em que não conseguimos implantar o eletrocateter esquerdo que é um dos passos mais complexos”, acrescenta o interno do 4.º ano de Cardiologia do Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte (CHULN).

O médico prossegue e refere que o que o trabalho por si apresentado, intitulado “How can we improve the success of cardiac resynchronization therapy implantation?”, veio demonstrar é que através da técnica snare é possível obter elevada taxa de eficácia na implantação do eletrocateter. O recurso a esta técnica, quando comparada com a convencional, “conseguiu reduzir de forma bastante significativa a necessidade de re-operar o doente, seja por qualquer causa, seja por particularmente por não conseguirmos colocar o eletrocateter esquerdo, ou porque houve uma deslocação do mesmo. No que respeita à segurança do tratamento, os resultados foram bastante favoráveis.

Seta Anterior
Artigo Anterior
Seta Anterior
Próximo Artigo