© News Farma 2019
Todos os direitos reservados

O acesso à área reservada do Cardio Talks, bem como a receção das suas newsletters é restrita a profissionais de saúde.

ESC 2019

quarta-feira, 04 setembro 2019 16:46
Incidência de hipertensão pulmonar em crianças submetidas a correção cirúrgica da coartação da aorta
Incidência de hipertensão pulmonar em crianças submetidas a correção cirúrgica da coartação da aorta

A Dr.ª Ana Filipa Ferreira voltou a marcar presença no ESC Congress, desta vez para apresentar os resultados da sua tese de mestrado, cujo principal objetivo foi avaliar o aumento de incidência de hipertensão pulmonar comparativamente à hipertensão arterial sistémica, em crianças submetidas a correção cirúrgica da coartação da aorta. A aluna do Programa Doutoral de Ciências Cardiovasculares da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto partilhou com o Cardio Talks os principais resultados e conclusões desta investigação. Assista ao vídeo.

De acordo com a Dr.ª Ana Filipa Ferreira, foram incluídas neste estudo “38 crianças submetidas a cirurgia cardíaca até ao primeiro ano de vida”, sem qualquer outra malformação congénita major associada.

As crianças foram avaliadas após 11 anos desde a cirurgia cardíaca e verificou-se que “apesar da hipertensão pulmonar ser a complicação mais comum neste tipo de patologia, também as artérias pulmonares são afetadas, no contexto da arteriopatia difusa que está enquadrado na coartação da aorta”. Por isso, tal como a aluna do Programa Doutoral de Ciências Cardiovasculares da FMUP indicou, além da hipertensão pulmonar – mesmo que ligeira – observaram-se, igualmente, “discretas alterações da função sistólica e diastólica do ventrículo direito”, que poderão ser “uma consequência da hipertensão pulmonar” que, ao longo do tempo, “tem tendência a agravar-se”.

“Acreditamos também que nesta patologia, a diminuição da função do ventrículo direito poderá constituir um fator de prognóstico nesta população, bem como na hipertensão pulmonar”, concluiu a autora do póster intitulado “Pulmonary hypertension incidence is higher than systemic arterial hypertension in children after aortic coarctation repair”.

Seta Anterior
Artigo Anterior
Seta Anterior
Próximo Artigo