© News Farma 2019
Todos os direitos reservados

O acesso à área reservada do Cardio Talks, bem como a receção das suas newsletters é restrita a profissionais de saúde.

quinta-feira, 24 janeiro 2019 15:07
Em 2019 existem “muitas armas para tratar a insuficiência cardíaca” que ajudam a melhorar o prognóstico dos doentes
Em 2019 existem “muitas armas para tratar a insuficiência cardíaca” que ajudam a melhorar o prognóstico dos doentes

“Em 2019 temos, efetivamente, muitas armas para tratar a insuficiência cardíaca e temos a possibilidade de alterar o prognóstico dos nossos doentes”. Quem o afirmou foi a Prof.ª Doutora Joana Pimenta, em entrevista ao CardioTalks. Durante as XXX Jornadas de Actualização Cardiológica do Norte para Medicina Geral e Familiar, a especialista foi convidada a fazer uma previsão daquele que vai ser o estado da arte para este ano e o que se pode esperar na área do tratamento da insuficiência cardíaca. Assista ao vídeo.

“A insuficiência cardíaca é uma das patologias mais importantes do foro cardiovascular”, necessitando, por isso, de “ser bem tratada, sendo que tem tendência a aumentar”.

No entanto, afirma, “em 2019 temos muitas armas para tratar a insuficiência cardíaca”.

Nas palavras da Prof.ª Doutora Joana Pimenta, é “importante envolver o doente no próprio tratamento da sua doença” e fundamental “assegurar articulação fluida entre os cuidados de saúde primários e os cuidados hospitalares, nos seus vários patamares de gravidade de insuficiência cardíaca”.

Seta Anterior
Artigo Anterior
Seta Anterior
Próximo Artigo